Connect with us

Politize-se

Eleições 2020: Movimentação popular faz de Francis um dos principais nomes para a câmara

Publicado em

Após tentativas frustradas por parte dos adversários de retirar Francis (PTC) da disputa eleitoral em Eunápolis, o candidato a vereador de Ramos Filho segue com grande movimentação popular em torno da sua campanha.

Eleitor aponta para cartaz do seu candidato a vereador (Francis). Foto Reprodução.

“Jovem que vem da comunidade e convive com a realidade eunapolitana”, assim populares resumem o perfil de Francis. Trazendo o conhecimento e vivência política social, ligada a quase uma década de convívio pessoal e profissional com Ramos Filho, onde como assessor parlamentar trabalhou diretamente como líder comunitário, buscando junto com Ramos, soluções para aqueles que dependem do serviço público, o candidato ao cargo de vereador tem seguido sem olhar para os seus adversários políticos.

Perseguição Política

Ramos Filho é detentor de um dos principais capitais políticos de Eunápolis, forte candidato a prefeito pelo município, Ramos teve que adiar a sua candidatura de forma involuntária devido a negociação envolvendo o seu partido, fato este que o fez desligar da sigla por não comungar com o acordo feito entre os envolvidos. Este impedimento não o deixou de fora das eleições 2020, declarando o seu apoio à candidata a prefeita da oposição Cordélia (DEM) e a Francis à vereador, Ramos despertou uma acirrada perseguição contra os seus candidatos.

Em Eunápolis o PTC articulou uma aliança envolvendo interesses pessoais na disputa eleitoral, o 2º vice-presidente estadual da sigla, fez nascer do acordo entre os partidos a sua vaga na disputa eleitoral, concorrendo a vice-prefeito na chapa do atual gestor, já o presidente do diretório municipal, concorre a vereador, até então, três nomes disputavam entre si uma vaga no legislativo pelo partido. Trazendo o apoio de Ramos e o tendo como principal incentivador da sua campanha, a chegada de Francis causou uma reviravolta na disputa interna pela vaga, despontando-o como principal nome do partido.

Ramos Filho em evento que declara o apoio a Francis, como o seu candidato a vereador. Foto: Reprodução.

Devido os acontecimentos dentro da sigla, os principais interessados pela cadeira no legislativo eunapolitano e pelo afastamento de Ramos das eleições, iniciou-se uma larga perseguição política em volta do nome de Francis, levando desde a propagação de Fake News, onde através de notícias falsas espalharam que o candidato era analfabeto, até uma tentativa frustrada pelo diretório municipal do PTC (cujo presidente também é candidato) de desfiliar-lo, pedido este que foi negado pela justiça eleitoral, mantendo Francis como candidato.

As eleições municipais são palco de muitas reviravoltas e perseguições políticas, isso por muitas vezes fere o processo eleitoral, trazendo prejuízos ao eleitor e principalmente a toda comunidade. A sociedade deve ficar atenta aos acontecimentos e se informar sobre os mesmos, para que a escolha do seu candidato não seja influenciada por notícias falsas ou interesses pessoais.