Connect with us

Notícias

Os impactos do novo Aeroporto Internacional da Costa do Descobrimento

Publicado em

Um sistema aeroportuário como é o do projeto do novo Aeroporto da Costa do Descobrimento é visto por todos com grande expectativa, afinal atrai para a região novas empresas e interesses até então não explorados, com novas possibilidades de exportação usando a capacidade de aviões de grande porte para levar a produção de toda a região para o mundo a um custo bem mais baixo e muitos empreendedores já enxergam um cenário positivo e desafiador pela frente.

Uma obra como essa exige planejamento e muitos pontos devem ser considerados. Os impactos ambientais são muitos: a poluição sonora, a poluição atmosférica e toda a logística nas estradas e novos empreendimentos que devem nascer ao seu redor. Isso não pode ser desconsiderado pelas cidades da região, já que a obra – mesmo sendo no município de Santa Cruz Cabrália – fica entre os limites de Eunápolis e Porto Seguro.

Haverá já durante a construção um grande movimento de trabalhadores e, com o passar do tempo, o trânsito local se ampliará consideravelmente. Com isso, uma nova malha viária será criada.

Uma unidade de distribuição de energia elétrica deverá ser instalada, o que exigirá um rearranjo no sistema elétrico da região por parte da Coelba.

Um sistema de saneamento e tratamento de água deverá ser implementado, além de todo o planejamento do uso de água do local.

Segundo estudos realizados em projetos anteriores – como foi o caso do Aeroporto Santos Dumont e a cujos estudos de impacto nossa redação teve acesso – um sistema aeroportuário é fonte de diversos poluentes atmosféricos. Supõe-se que em situação mais desfavorável, devido às emissões (principalmente de material particulado em suspensão, original da obra e dos deslocamentos de elementos tais como, areia, terra, entre outros) oriundas não só durante o processo de construção, mas também após a conclusão, considerando o incremento na mobilidade dos cidadãos e a crescente utilização dos aviões como meio de transporte.

Aeroporto Santos Dumont. Estudos de impacto contribuíram para modernização do equipamento. Imagem Divulgação

Já durante a construção, a região da Costa do Descobrimento sentirá seus impactos, sejam para os benefícios, sejam para os problemas que irão vir com esse equipamento.

Segundo estudos da UFRJ, as cidades não pararam de crescer. A expansão de grandes centros urbanos e a necessidade de mobilidade deixaram as indústrias em segundo plano na geração de poluentes atmosféricos. Um setor estava em expansão acelerada, o sistema de transportes. Apesar de o sistema rodoviário ser o grande vilão na geração de poluentes atmosféricos, o sistema aeroportuário vem logo em seguida.

Mas essa obra é necessária para a evolução desta região. Porque ela vai proporcionar o crescimento do turismo e o desenvolvimento econômico, bem como o aprimoramento da sociedade.

Parceria público-privada

O governado Rui Costa em 16 de dezembro de 2019 assinou o decreto nº 19.373 de 2019 declarando ser de utilidade pública, para fins de desapropriação, uma área de 2.762.750,89 m² às margens da BR-367.

E no início de 2020 a Secretaria Nacional de Aviação e a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística do Estado da Bahia autorizaram o convênio para a construção e exploração do aeroporto da Costa do Descobrimento.

Em suma, é uma parceria público-privada para construção e exploração. De um lado, os apoios institucionais da prefeitura de Santa Cruz Cabrália, Governo da Bahia e Governo Federal e do outro o grupo alemão Aquamarinne com um custo de R$ 1 bilhão.

“O Aeroporto Internacional é uma iniciativa privada com total apoio da atual gestão. A pista terá 3 km de cumprimento e mais a infraestrutura necessária à operação do serviço. Este vai gerar emprego e renda para toda região e alavancar a economia em nosso município”, diz o prefeito Agnelo Santos.

O prazo da presente delegação é de 35 (trinta e cinco) anos, improrrogável, sem prejuízo de solicitação de nova delegação pelo interessado, que deve ser requerida com, no mínimo, 12 (doze) meses de antecedência do término da vigência deste instrumento.

No dia 22/7, em visita a Santa Cruz Cabrália, o governador Rui Costa anunciou que a construção se iniciará ainda neste ano de 2021. Ele ainda explicou sobre a necessidade da ampliação do sistema de aviação da região, se referindo ao Aeroporto de Porto Seguro, devido à sua localização, não tem para onde se expandir.

Na imagem Aeroporto Internacional de Munique Fraz Josef Straus. Grupo envolvido no projeto do Aeroporto Internacional da Costa do Descobrimento, tem vasta experiência em operar aeroportos, a exemplo do da cidade de Munique – Alemanha

Ampliação aeroportuária da Costa do Descobrimento

Com uma pista de 3 km, e tamanho adequado para receber aeronaves de grande porte vindas de todos os países do mundo e, principalmente, da Europa. “O grupo tem uma vasta experiência em operar aeroportos, a exemplo do da cidade de Munique – Alemanha. Além de passageiros, também iremos receber cargas. A pista terá 3 km de cumprimento e mais a infraestrutura necessária à operação do serviço. Este vai gerar emprego e renda para toda a região e alavancar a economia em nosso município”, diz o prefeito Agnelo Santos.

O crescimento do sistema aeroportuário no Brasil

A região se encontra em franca expansão após um ano e meio de paralisação devido à pandemia e a construção  desta obra,  surge em momento em que a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) anuncia que companhias aéreas nacionais registram  o quarto mês consecutivo de crescimento no número de voos domésticos, com uma média de partidas diárias de 1.680, ou o equivalente a 70% da oferta de voos no início de março de 2020, antes dos severos impactos da pandemia da Covid-19 no setor. É o segundo melhor desempenho desse indicador desde o início da pandemia, ficando atrás apenas dos 75% de janeiro de 2021.

Segundo análises do setor, os próximos três anos serão essenciais para muitos setores, e estes dependem do crescimento da oferta de transporte em regiões estratégicas.

Aeroporto de Porto Seguro. Devido à sua localização e falta de infraestrutura não tem para onde se expandir. (Imagem Sinar)

Um novo caminho

Um projeto como este é de suma importância para a economia, para o turismo e para todo o setor produtivo e logístico, porém esse projeto demostra o quanto ainda a região tem campo para crescer.

Investimentos em infraestrutura, e principalmente como este, possibilitam a geração de emprego, o desenvolvimento econômico, a elevação da competitividade comercial interna. E com a ampliação da malha viária de nossa região, a Costa do Descobrimento e o Extremo Sul ganham muita força em logística, produtividade e oportunidades de investimentos e, também, muitas oportunidades para os empreendedores locais.

É claro que o foco principal é o turismo, porém com toda a infraestrutura que esse empreendimento traz, as exportações serão beneficiadas, gerando mais força econômica para a produção local.

O Aeroporto Internacional da Costa do Descobrimento irá potencializar significativamente todas as cadeias produtivas e desenvolverá uma mobilidade na região jamais experimentada na sociedade regional. As oportunidades estão iniciando para um novo momento para a costa do descobrimento.

Advertisement
Clique para Comentar

Envie uma Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *