Connect with us

Notícias

No dia do seu aniversário, Zarfeg apresenta a capa da 5ª edição de “Água Preta”

Publicado em

O poeta e jornalista Almir Zarfeg completa mais um ano de vida nesta segunda-feira (30), mas as homenagens vão para “Água Preta”, sua obra poética de estreia na literatura brasileira.

Zarfeg apresenta em primeira mão a capa da 5ª edição da obra que será publicada, ainda em 2021, pela Lura Editorial. O livro saiu pela primeira vez em agosto de 1991, há portanto 30 anos.

“‘Água Preta’ é meu filho primeiro, dito primogênito, cheio de manias e imperfeições como o pai. Dentre tantos outros, é o que mais me dá prazer e lições de estética: andar para trás, até que pode, mas com muita inspiração”, disse o poeta, divertido.

Capa do Livro

A novíssima edição, revista e ampliada, trará pelo menos dez poemas inéditos, além de um posfácio assinado pela professora do Departamento de Letras da UNEB (Campus X) e imortal da ATL, Arolda Figuerêdo.

A nova edição receberá homenagens da Academia Teixeirense de Letras (ATL), Câmaras de Vereadores de Itanhém e Teixeira de Freitas e, por enquanto, por causa da pandemia, a exposição sobre autor e obra segue adiada.

Entre os poemas inéditos, citam-se “Projeto Club Resgate”, “Tia Belamente”, “Neres”, “Quadrilha” e “Batistas”.

 

BATISTAS

 

Não perdem uma briga e

Passam fácil pelo buraco da agulha

 

Politicar é a especialidade

Número um dos Batistas

 

Conversa pra boi dormir

Definitivamente não é com eles

 

São gente como a gente:

Têm medinho do escuro

 

Os Batistas são solenes e –

Muito – desconfiadinhos

 

Não dão a mínima pro meu

Sentimentalismo barato

 

Previsíveis, nunca vão dizer

Por aí: Viva Água Preta!

 

Os Batistas serão pau pra

Toda obra até a 3ª geração

 

Depois vão virar nostalgia

Ou anedota cabisbaixa

Advertisement
Clique para Comentar

Envie uma Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *